Declaração de Não Ocorrência ao COAF deverá ser feita até 31/01/2017

Todos os profissionais e organizações contábeis que prestem, mesmo que eventualmente, serviços de assessoria, consultoria, contadoria, auditoria, aconselhamento ou assistência, de qualquer natureza, conforme previstos na Resolução CFC 1.445 de 2013, deverão comunicar ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) a não ocorrência de eventos suspeitos de lavagem de dinheiro ou financiamento ao terrorismo.

A “Declaração Negativa” ou “Comunicação de não ocorrência” tornou-se obrigatória em decorrência da alteração do artigo 11, inciso III, da Lei nº 9.613, de 1998.

O prazo para enviar a Declaração de Não Ocorrência de Operações referente ao ano de 2016, encerra-se em 31 de janeiro de 2017.

A partir de 1º de janeiro de 2017, a “declaração de não ocorrência” ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) poderá ser feita diretamente no sistema desenvolvido pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC).

Clique aqui para acessar o manual com as orientações do Conselho Federal de Contabilidade sobre o novo sistema.

 

 

Fonte: Consultoria Lefisc