Secretarias da Fazenda e Agricultura celebram acordo para criação de Índice Diário de Preço do Boi Gordo

O secretário estadual da Fazenda, Helcio Tokeshi, e o secretário adjunto da Agricultura e Abastecimento (SAA), Rubens Naman Rizek Junior, por meio do Instituto de Economia Agrícola (IEA), assinaram nesta quinta-feira (9/11) um Termo de Cooperação para o cálculo de um novo índice de preços diários do Boi Gordo. O acordo entre a SEFAZ e SAA representa mais uma inovação do Estado de São Paulo, utilizando os recursos que possui para promover transparência e segurança em um mercado tão importante como o pecuário.

 

O indicador de preços de Boi Gordo será uma média diária ponderada dos preços à vista do bovino no Estado de São Paulo. O cálculo será feito pela quantidade de cabeças de cada frigorífico, conforme descrito nas Notas Fiscais eletrônicas (NF-e) emitidas pelos estabelecimentos.

 

A partir da utilização das informações das NF-e geradas pelos estabelecimentos, o índice se tornará um produto transparente, assertivo e uma fonte de informação confiável, estimulando a atividade pecuária no Estado de São Paulo.

 

Além disso, o índice aperfeiçoará a oferta de instrumentos de proteção de preços e comercialização no mercado de commodities, beneficiando tanto os produtores quanto as instituições financeiras. O cálculo de índices e a produção de pesquisas sobre o mercado agropecuário por meio de dados da Nota Fiscal Eletrônica uniformizará o acesso a informações, garantindo maior robustez ao mercado.

 

O Brasil ocupa posição de liderança na produção, consumo e exportação de diversos produtos do mercado de commodities. Um indicador confiável é fundamental para o desenvolvimento de instrumentos financeiros que permitam a gestão de risco pelos produtores. Dispor de indicadores de preços do boi para abate baseado nas informações constantes nas notas fiscais eletrônicas emitidas representará um importante avanço para a pecuária paulista e nacional.

 

Fonte: Consultoria Lefisc